Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

CONTROLE DE INFECÇÕES

Cuidados com a Segurança >
Controle de Infecções

Os Serviços de Controle de Infecções Hospitalares do Hospital Unimed (SCIH/HU) e da Maternidade Unimed Vitória (SCIH/HDMU) são responsáveis pelas ações e normatizações que visam reduzir os riscos de infecções preveníveis relacionadas à assistência prestada pelas diferentes equipes de saúde nas referidas instituições, assim como controlar, mantendo em níveis esperados segundo referenciais nacionais e internacionais, aquelas infecções que são inevitáveis e inerentes ao procedimento e/ou enfermidade.

Higienização das Mãos

Como é do conhecimento universal, a principal estratégia capaz de reduzir e controlar infecções é a adequada higienização de mãos. Por isso, o SCIH desenvolve um trabalho constante de orientações com a equipe de profissionais de saúde, pacientes, acompanhantes e visitantes para reforçar este hábito. São realizadas reuniões, oficinas e campanhas, integradas à disponibilização de materiais informativos sobre o tema. Além disso, o hospital conta com dispensadores de álcool em gel e pias, distribuídos em pontos estratégicos.

Conheça a técnica para higienização correta das mãos:
Medidas de Controle

O SCIH realiza vigilância ativa de ocorrência de infecções com a finalidade de planejar ações preventivas e corretivas, adequadas e eficazes. Os indicadores de infecções de cada área dos Hospitais (unidades de internação, UTIs e Centro Cirúrgico) são monitorados diretamente pelo SCIH, apresentados e discutidos regularmente com os diretores e gerentes médicos e não médicos de ambas as instituições.

Aliadas às estratégias acima, outras como vigilância de infecção em pacientes cirúrgicos após a alta hospitalar, controle de entrada e prevenção de disseminação de microrganismos multirresistentes, vigilância da adesão da equipe às normas implementadas e ações educativas com toda equipe multidisciplinar e familiares/acompanhantes de pacientes são realizadas, sendo imprescindíveis na garantia de uma assistência mais segura e de qualidade.