Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

ORIENTAÇÕES PARA CIRURGIAS

Orientações > Orientações
para cirurgias

Para internação cirúrgica eletiva o cliente deve apresentar um documento de identificação com foto, o CPF, a GIH (Guia de Internação Hospitalar) ou o número da autorização do procedimento, todos os exames pré-operatórios solicitados pelo médico assistente de referência, o Termo de Consentimento Informado da Cirurgia e o Termo de Consentimento Informado da Anestesia, ambos devidamente assinados pelo médico, paciente e testemunha. A ausência destes documentos pode ocasionar o cancelamento da cirurgia.

O Termo de Consentimento Informado da Anestesia deve ser adquirido no dia da Consulta pré-anestésica, agendada pela Central de Atendimento: 3200-3555. Nesta consulta, o paciente é avaliado pelo anestesiologista. Essa medida visa garantir a segurança e reduzir os riscos, por meio da orientação sobre os cuidados pré e pós-operatórios. Entre outras informações, permitirá ao profissional que fará o procedimento conhecer o histórico clínico do paciente e, assim, escolher a técnica de anestesia adequada à cirurgia eletiva.

O contato com o cliente para confirmar a realização do procedimento é feito por telefone, 48h antes da cirurgia. Ele deve chegar ao hospital duas horas antes do horário marcado para o procedimento cirúrgico.

O que trazer: Produtos de higiene pessoal (escova e pasta de dente, sabonete, pente, etc) e roupa de cama e banho para o acompanhante. Evite trazer objetos de valor.

Reserva de Sangue: Caso seja necessária a reserva de sangue para o procedimento, o paciente deve dirigir-se, com o documento de solicitação médica, ao Banco de Sangue Hemoclínica, localizado na Rua Doutor Joaquim Cortês,44, Centro de Vitória. A coleta deve ser feita três dias antes da cirurgia.

Em caso de dúvidas relacionadas à internação, o cliente pode ligar para os telefones: 3235-5308 ou 3235-5311.

Para gestantes

Recomendamos à futura mamãe que organize todos os documentos necessários para o momento do parto, com antecedência: pedido de internação, carteira de identidade, cartão do plano, exames realizados no pré-natal. Não esqueça também de levar a filmadora ou máquina fotográfica para registrar este momento tão especial.

Em caso de contratação de fotógrafo para acompanhar o parto, o mesmo deverá ser cadastrado no mínimo com 30 (trinta) dias de antecedência na maternidade. Para providenciar o cadastro, entre em contato pelos seguintes telefones: 3235-5300, 3235-5301 e 3235-5302.

Cuidados no pré e pós-operatório

O pré-operatório é fundamental para o sucesso de uma cirurgia. Por isso, os pacientes devem se preparar, seguindo algumas orientações que podem ser adotadas ainda em casa, antes da ida ao hospital. As dicas são válidas para cirurgias e partos, visando manter a segurança e contribuir para uma recuperação mais rápida e tranquila.

Nesta fase do preparo pré-operatório, o objetivo é reduzir a flora microbiana da pele e o risco de desenvolver infecção na ferida operatória. Para que tudo corra bem, com o mínimo de riscos, é importante seguir algumas orientações, em especial nos três dias que antecedem a cirurgia.

Durante o banho, utilize uma solução degermante antisséptica clorexidina a 2% - que pode ser adquirida em farmácias de manipulação ou algumas drogarias – e uma esponja nova. Clique aqui e conheça o passo a passo para a assepsia correta.

É importante também não raspar ou depilar os pêlos da área a ser operada. Caso necessário, pode ser utilizada uma tesoura para apará-los. As práticas citadas são fundamentais para garantir um pós-operatório seguro.

Para as gestantes, essas simples ações, além do pré-natal, contribuem para um resguardo com menos riscos. As medidas de prevenção devem ser iniciadas antes do momento do parto. Agindo dessa forma, é possível ampliar a segurança, evitar a necessidade de reinternação e reduzir o risco de adquirir infecções, como a sepse neonatal, uma das principais causas de óbito materno.

Alta Hospitalar

Após a notificação e assinatura da alta hospitalar pelo médico, o cliente tem um prazo de até 2 horas para desocupar o quarto. Caso o recém-nascido necessite permanecer internado após a alta da mãe, o acompanhante deverá se dirigir à Recepção para efetuar a internação do bebê.